Fone de ouvido se molda ao ouvido de cada usuário em 60 segundos


Todo mundo já sofreu com um fone de ouvido desconfortável, ou que não encaixa direito e fica caindo toda hora. A ideia do Revols, um novo tipo de fone, é que isso nunca mais aconteça, porque cada aparelho se adapta ao ouvido do usuário em 60 segundos.
Criados pela Revol Technologies, os fones se parecem com bolhas de gel na ponta de um cabo. Ao colocar no ouvido e utilizar um aplicativo no celular, o Revols inicia um processo que endurece os fones de acordo com o formato do ouvido, dando origem a um aparelho personalizado.


O processo de moldagem dos fones funciona por meio do envio de uma corrente elétrica para os fones ainda em formato similar ao gel. Esta corrente endurece as pontas no formato ajustado dos ouvidos, fazendo com que o aparelho permaneça neste formato. No entanto, a empresa não revela qual é o material deste tal gel, alegando que é como um “molho secreto”.
“Nossos ouvidos são tão únicos como nossas impressões digitais. Fones com ajuste customizado são a solução”, diz Daniel Blumer, CEO da Revol.
Ao testar o processo de personalização do fone, o Tech Insider observou que, visualmente, a diferença do fone customizado para o aparelho “cru” é muito pequena, mas o executivo afirmou que, de fato, as mudanças são quase imperceptíveis a olho nu, mas fazem a diferença no ouvido.
O Revols também conta com tecnologia de cancelamento de ruído externo para que o usuário fique focado no som da sua música ou dos seus podcasts. A contrapartida deste recurso é a baixa duração de bateria; a empresa diz que o aparelho funciona por até 6 horas antes de precisar de uma nova recarga.
O projeto nasceu em 2014, financiado por meio de uma campanha no Kickstarter, que arrecadou US$ 2,5 milhões para bancar o desenvolvimento. Foi a campanha de maior sucesso no Canadá até hoje, provando que há demanda por fones ajustáveis. Quem não apoiou o projeto nesta fase poderá comprá-lo nos Estados Unidos por US$ 250, com lançamento em algum momento até o fim de 2016.

Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+