Piloto quebra regras para que passageiros salvassem seus animais


Piloto de empresa canadense quebra regras para que passageiros salvassem seus animais de incêndio

A área de Fort McMurray, no Canadá, passou por um período de incêndio florestal que durou semanas. Por conta do fogo, milhares de moradores foram obrigados a deixar a região.
Embora a companhia aérea na qual Keith Mann é piloto e gerente de operações de voo não permita o transporte de animais de estimação, o homem não hesitou em deixar quase 100 bichinhos voarem em sua aeronave para que eles também conseguissem fugir do incêndio em segurança.


Por conta de um incêndio florestal que afetou a área de Fort McMurray, no Canadá, muitos moradores foram obrigados a abandonar suas casas. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)
Por conta de um incêndio florestal que afetou a área de Fort McMurray, no Canadá, muitos moradores foram obrigados a abandonar suas casas. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)
Keith Mann ficou muito contente em poder ajudar tantos animais a continuarem seguros e ao lado de seus tutores.
“Nós não queríamos que nenhuma pessoa deixasse de ir para um lugar seguro porque não podia levar seus animais, então tivemos que quebrar, ou dobrar, nossas políticas sobre o transporte de animais de estimação”, disse Keith ao Huffpost Alberta.
Para evitar que os moradores desistissem de deixar o lugar por conta de seus animais, o piloto Keith Mann permitiu a entrada de diversos bichinhos em sua aeronave. (Foto: Reprodução / Huffpost Alberta)
Para evitar que os moradores desistissem de deixar o lugar por conta de seus animais, o piloto Keith Mann permitiu a entrada de diversos bichinhos em sua aeronave. (Foto: Reprodução / Huffpost Alberta)
O avião se tornou um zoológico, cães, gatos, coelhos, chinchilas, um ouriço, um sapo, e, possivelmente, até mesmo um porco estavam a bordo do avião. “Foi uma grande variedade de animais de estimação, mais durante o voo foi uma tranquilidade total”.
A equipe do piloto fez o possível para acomodar todos os animais de forma confortável e segura. Só na cabine foram cerca de 36 animais. Dois cães tiveram que viajar no banheiro, para a segurança dos animais menores.
O avião levou uma grande variedade de animais. (Foto: Reprodução / Huffpost Alberta)
O avião levou uma grande variedade de animais. (Foto: Reprodução / Huffpost Alberta)
Apesar da quantidade de animais, o voo foi bastante calmo e os animais não se exaltaram. Segundo o piloto eles pareciam estar felizes por estarem em segurança agora.
Ninguém se preocupou em cobrar dos passageiros pelos animais, a preocupação era realmente a segurança das pessoas e seus animais de estimação.
Apesar da quantidade de animais, todos eles ficaram muito tranquilos durante todo o voo. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)
Apesar da quantidade de animais, todos eles ficaram muito tranquilos durante todo o voo. (Foto: Reprodução / Life With Dogs)
Essa foi certamente uma das experiências mais memoráveis da carreira do piloto. “Essa é definitivamente uma daquelas coisas que você nunca se imaginar fazendo. Mas eu estou muito feliz que o fizemos”, disse Keith Mann rindo.
Nós parabenizamos e agradecemos a atitude do piloto Keith Mann. São atos como esses que nos fazem ter mais fé na humanidade.

Com informações do Portal do Dog

Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+