Cães que tiveram um passado triste se encontram em um lar feliz


Remy e Tillie, dois cães da raça Shar Pei tiveram um começo de vida parecido, difícil e triste, mas não sabiam da existência um do outro. Porém, quando seus caminhos finalmente se cruzaram, longe de toda a infelicidade e sofrimento que conheciam desde que nasceram, nada poderia separar os novos amigos.
Até chegarem a este grande encontro, cada um dos cães precisou caminhar por seus próprios dolorosos caminhos.


Os cães viviam em criadouros diferentes, mas ambos em péssimas condições. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Os cães viviam em criadouros diferentes, mas ambos em péssimas condições. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Em 2012, mais de 250 cães foram encontrados na propriedade de um criador em Ohio, nos Estados Unidos. Os animais viviam em gaiolas amontoadas, umas por cima das outras, sofrendo com infestações de pulgas e parasitas. Um desses cães era o Shar Pei Remy.
Tillie também passou por um sofrimento bem parecido. O cão passou a maior parte da sua vida preso, com mais outros 66 cachorros, abandonados em uma garagem escura, propriedade de um criador da Carolina do Sul, também nos Estados Unidos. Depois de resgatados, os cães foram divididos entre vários abrigos.
Até que os cães se conheceram após serem adotados. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Até que os cães se conheceram após serem adotados. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Mas, depois de tanto sofrimento os personagens principais dessa história conseguiram descobrir o que era felicidade quando foram adotados por Carrie e Joseph Friend.
O primeiro sortudo foi Remy, que aos 10 anos de idade, depois de ter sido tão negligenciado, precisava de cuidados especiais, mas isso não importava para o casal que o adotou. “Nós rapidamente nos apaixonamos por ele”, contou Carrie.
Alguns anos depois, o casal ouviu falar sobre uma Shar-pei de três anos de idade que precisava de um lar, era Tillie. E assim Tillie e Remy se tornaram irmãos, mas não tão de cara se tornaram amigos.
Remy não estava muito entusiasmado com a nova amiga no início. Mas ele logo se entregou aos carinhos de Tillie. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Remy não estava muito entusiasmado com a nova amiga no início. Mas ele logo se entregou aos carinhos de Tillie. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
“Remy não estava muito entusiasmado no início. Ele estava acostumado a ser o único. Então ele não estava tão animado com a chegada de um novo cão, ainda mais uma fêmea”, explicou Carrie. Mas Tillie era persistente.
“Ela é uma ‘abraçadora’. Ela rapidamente o abraçou e se agarrou a Remy. Ele a princípio foi relutantemente. Agora, sempre o vemos indo se aconchegar nela”, contou Carrie. “Eles estão muito ligados agora”.
Hoje eles vivem grudadinhos, muito felizes e cheios de carinho. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Hoje eles vivem grudadinhos, muito felizes e cheios de carinho. (Foto: Reprodução / Instagram Remypei)
Estes cães são oriundos de criadores que não dão as condições necessárias que um animal precisa para sobreviver e ter saúde, mas agora vivem em um lar cheio de amor e recebem todo o cuidado que todo cão merece ter.

Com informações do Portal do Dog

Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+