Cão que perdeu uma pata vira herói de quadrinhos




Quando o cãosinho Piggy foi encontrado em uma praia na República Dominicana, ele estava magro, sem pelos em várias partes do corpo e sua patinha esquerda estava inflamada, com uma infecção bastante grave. Locais disseram que um carro tinha atropelado o animal, mas por não ter veterinários nas proximidades, ele não teve os cuidados necessários após o acidente.
Para a sorte do cachorro, um grupo de resgate de animais chegou por lá e criou uma pequena clínica improvisada temporária, e os moradores da região levaram o cão até lá. A infecção na pata do animal era bem mais grave do que se imaginava. Mesmo a clínica não tendo sido equipada para cirurgias mais complexas, os veterinários que lá estavam conseguiram amputar a perna do cão e salvar sua vida.


Por falta de cuidados, um machucado na pata de Piggy pegou uma infecção grave e a pata teve que ser amputada. (Foto: Reprodução / Darwin Animal Doctors)
Por falta de cuidados, um machucado na pata de Piggy pegou uma infecção grave e a pata teve que ser amputada. (Foto: Reprodução / Darwin Animal Doctors)
Porém, os veterinários sabiam que cão precisava de um acompanhamento durante sua recuperação, e recomendaram que ele fosse transferido para os Estados Unidos.
O nome Piggy foi escolhido para o cão pelos colegas Tod Emko e Andrea Gordon, que decidiram levar o animal com eles para os Estados Unidos, porque ele estava tão magrinho e sem pelos quando foi resgatado que mais parecia um leitão.
Pouco tempo depois Piggy se mudou para Nova York, cresceu, ganhou uma bonita e espessa pelagem preta e branca e se adaptou muito bem com suas três patas. Emko, voluntário que adotou Piggy de vez, disse que o cachorro agora só quer saber de correr. “Ele é mais rápido do que a maioria dos cães de quatro patas”, contou o tutor ao site The Dodo.
Piggy tem progredido em sua nova casa, que ele divide com dois gatos resgatados por Emko. Porém, a parte mais surpreendente desta história não é que Piggy conseguiu se adaptar e hoje vive muito bem com três patas, o mais incrível é que o cão desenvolveu uma incrível capacidade de ajudar as pessoas.
Depois de ser levado para os EUA, o cão se recuperou muito bem, se adaptou a nova condição e ganhou novamente peso e pelos. (Foto: Reprodução / Tod Emko Darwin Animal Doctors)
Depois de ser levado para os EUA, o cão se recuperou muito bem, se adaptou a nova condição e ganhou novamente peso e pelos. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Darwin Animal Doctors)
“Logo depois que ele veio para cá, percebemos que ele tinha a capacidade de detectar quando alguém estava sofrendo”, disse Emko ao The Dodo. “Nós poderíamos estar no meio do Central Park e uma pessoa triste poderia estar fora de vista, mas Piggy poderia sentir e iria correr através das multidões para encontrá-la. Então ele vai rastejar para a pessoa, colocar uma pata sobre ela e a pessoa, que muitas vezes chega a chorar, pergunta: “Como você sabia que eu precisava disso? ‘”.
Emko percebeu que a capacidade do Piggy não era apenas um presente, era com um superpoder. Isto levou Emko a pedir ao artista Ethan Young para desenhar uma caricatura de Piggy para que ele pudesse usar em panfletos de educação humanitária.
O tutor queria transformar Piggy em um super-herói para trazer mensagens para as crianças, principalmente para que elas sempre cuidassem e tratassem bem os animais. Para que elas fossem como super-heróis para os animais.
A capacidade que Piggy tinha de saber quando as pessoas estavam tristes e precisavam de ajuda fez seu tutor quer transformá-lo em um super-herói. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)
A capacidade que Piggy tinha de saber quando as pessoas estavam precisando de ajuda fez seu tutor querer transformá-lo em um super-herói. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)
Os comentários em relação ao desenho animado foram tão positivos que Emko e o artista Ethan recorreram a um site de financiamento coletivo para que eles conseguissem arrecadar fundos para desenvolver uma história em quadrinhos completa chamada “As Histórias de Piggy”.
A primeira história em quadrinhos da série ilustrada conta o resgate de Piggy na República Dominicana, e mostra o cão voando em torno de Nova York para salvar gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola.
No começo, Emko e Ethan venderam “As Histórias de Piggy” Somente em Comic-Cons, eventos para fãs de quadrinhos, mas quando os professores começaram a pedir para usar os quadrinhos em salas de aula, eles perceberam que aquilo poderia ser algo grande.
O primeiro quadrinho mostra o cão salvando gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)
O primeiro quadrinho mostra o cão salvando gatinhos de crueldade, filhotes de afogamento e crianças que estavam sofrendo bullying na escola. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Ethan Young)
Segundo Emko, “As Histórias de Piggy” parece apelar particularmente para as crianças com deficiência. “Recentemente, enviei os quadrinhos para um grupo de crianças no Saint Catherine Centre for Children, um centro que cuida de crianças com necessidades especiais, e as crianças decidiram que queriam superar suas deficiências, para que pudessem escrever cartas de agradecimento para Piggy “.
Mais de 2.000 cópias de “As Histórias de Piggy” foram impressas e distribuídas às escolas de todo os Estados Unidos. A história em quadrinhos também foi traduzida para o espanhol e distribuída nas escolas na Colômbia, Galápagos e outros países da América Central e do Sul.
De vez em quando, Piggy faz visita a escolas próximas a Nova York e, como sempre, ele sabe como consolar os que mais precisam.
Emko leva Piggy para fazer visitas em escolas próximas a Nova York. (Foto: Reprodução / Tod Emko Darwin Animal Doctors)
Emko leva Piggy para fazer visitas em escolas próximas da região onde vivem. (Foto: Reprodução / Tod Emko / Darwin Animal Doctors)
Piggy também inspirou Emko e Andrea a fundarem o Darwin Animal Doctors, uma organização que fornece cuidados veterinários a animais selvagens e domésticos nas Ilhas Galápagos. “Ter um animal como este, que teve um começo de vida tão difícil, é verdadeiramente inspirador”, diz Emko. “Mas ainda existem milhares de animais que necessitam de cuidados e é importante lembrar que eles também podem ser tão incríveis quanto Piggy.”
Para quem ficou com vontade de ler as aventuras do cãosinho Piggy, é só comprar as revistinhas nosite oficial feito para os quadrinhos “As Histórias de Piggy”.
Com informações do Portal do Dog

Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+