Vendedor de churrasquinho tenta doar carne que não usará


Desperdício é coisa séria e cada vez mais pessoas pensam em alternativas para conscientizar e, principalmente, mudar esse comportamento. Um desses casos é o carioca Paulo Sérgio, vendedor de churrasquinhos.
Após sair de um momento conturbado de depressão e recuperação de um quadro de dengue, muitos amigos se solidarizaram com ele e acabaram ajudando-o a comprar um carrinho de churrasco.

Divulgação/Facebook
Divulgação/Facebook
Paulo Sérgio mostra a preparação de seus espetinhos
Desde então, ele publica em seu perfil no Facebook questões sobre sua vida e trabalho, de modo que uma delas chamou a atenção: na hora de separar as peças nobres do frango, ele percebeu que não conseguiria consumir as outras partes.
Ele percebeu que poderia dar um destino melhor a estes alimentos e procurou alguma família que precisa por meio de sua página no Facebook.
Confira um trecho do post que já tem quase 73 mil curtidas:
"O fato de eu morar sozinho, faz com que eu não consuma toda essa mistura; por isso, deixo no freezer.
Acreditem: Tudo, muito bem cuidado, lavado com limão. E guardado da melhor maneira possível!
Caso, alguma família, comprove a sua (carência) em se alimentar; pode me procurar, duas vezes na semana, que eu darei com o maior prazer do mundo!!" 
Com informações do Catraca Livre

Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+