Estudante viaja milhares de quilômetros para adotar cadelinha que a salvou de estupro


A estudante universitária inglesa Georgia Bradley, 25, caminhava sozinha por uma praia de Creta, na Grécia, quando foi abordada por dois homens. O que começou com um convite para um drink logo se transformou em agressão física e o resultado poderia ter sido muito pior, se não fosse por uma cadelinha abandonada, que conseguiu afugentar os agressores.

Passado o susto, ela tentou ir atrás da cadelinha, mas com medo, o animal não permitiu que Georgia se aproximasse. Frustrada, ela voltou para a Inglaterra, contudo, a imagem da cadelinha não saia de sua cabeça. Inconformada, ela decidiu voltar à Grécia para tentar encontrar o animal e adotá-lo. Após muito procurar, foi com surpresa que a estudante encontrou a cadelinha na mesma praia onde o ataque aconteceu. Com muita paciência e determinação, ela conseguiu levar a cadela a um abrigo para animais, onde foi vacinada e vermifugada.





Para que fosse levada à Inglaterra, porém, o animal precisou ficar em quarentena e foi submetido a diversos testes e papeladas burocráticas. Foi somente na terceira viagem à Grécia que Georgia conseguiu levar Pepper, nome que deu à salvadora, consigo. E para sua surpresa maior, uma semana após chegar à Inglaterra, Pepper deu à luz seis filhotinhos. A estudante não poderia estar mais feliz e com a sensação de missão cumprida.

georgia-grecia-cadela

georgia-grecia-cadela2

georgia-grecia-cadela3

georgia-grecia-cadela4

georgia-grecia-cadela5

Todas as fotos © SWNS
Compartilhe nas redes sociais: Facebook Twitter Google+